PALAVRAS.

Palavras...
O maior poder que Deus nos deu.
Através delas eu falo o quanto amo.
Ou quanto odeio.

Através delas negocio.
Faço sociedade.
E as desfaço.

Descrevo o passado.
Este presente.
E na próxima frase o futuro.

Descrevo o quanto foi lindo seu nascimento.
Mas jamais descreverei sua morte.
Mas com elas irei superar a dor.

Elas descrevem meu desejo de crescer.
E a repulsa de perder.
Explicam minhas batalhas.

Me fazem entender, o inexplicável.
Explicar o que  não se entendeu.
Descobrir o que se perdeu.

O quanto gostei de uma canção.
O quanto me marcou um único momento.
Ou o quanto gostaria de esquecer tal momento.

Palavras.
Não há nada tão perfeito que descreva tanta imperfeição.
Ou imperfeição que não seja tão perfeita.

São simples.
Simplesmente.
Palavras.

Autor: Sidney.

Postagens mais visitadas deste blog

Sexo ou amor, tudo junto e misturado?!

Imprudência..

A parede, o martelo a vida, não e sim...