Postagens

Deixe a chuva cair...

Imagem
Muitas vezes desejei a chuva...
Que suas gotas limpassem o peso de minha alma...
Tira-se a lama do pecado em  mim...

Ou me fortalece-se , de dentro para fora...
Me entregaria, a seu frio, ou a dureza de suas águas...
Mesmo tremendo devido a seus ventos gelados...

Eu continuaria...
Entre lagrimas escondidas pela chuva eu continuaria...
Mesmo, percebendo que seria o único caminho...

Mas seria tão simples assim?
Me veriam como um louco se molhando?
Alguém imaginaria ser alguém buscando a redenção?

Diria, que apenas eu, estaria tentando ficar mais forte, ou até me perdoar...
Jamais vi julgamento, ou juiz mais duro do que simplesmente eu...
Contra eu mesmo...

Nunca me perdoei por tantas coisas que fiz, mas como eu aprenderia sem errar?
Ou sofrer?
Me magoar?

E sendo assim o significado do perdão e perdoar?
Cair, reagir e se erguer?
Então finalmente fiquei mais forte de dentro para fora?

Redenção?
Perdão?
Julgue você mesmo o que preciso dizer...

Deixe apenas a chuva cair...



Incertezas..

Quantas vezes tive e ainda tenho meus conflitos interiores?
Me convencer que a perfeição esta sempre próxima, mais nunca ao alcance...
E entender que sempre há o que melhorar...

Inadvertidamente sempre procuramos um amanhã melhor que o outro..
E quando chega o amanhã.. Procuramos o amanhã seguinte, seguinte...
Saber que esta busca nunca terá seu fim...

Chama-se amadurecer...
Então como ser feliz?
Posso dizer, que esta inconstância ...

Engrandece a vida, tempera, da gosto no viver...
Decifrar o enigma do ser, por ser, porque ser?
Talvez nunca tenhamos a consciência dessa resposta...

Mas, fielmente acredito que individualmente sejamos, parte de um grande quebra cabeças..
Com cada ser com seu peso, mas numa escala de valores absolutamente igual...
A filhos sem pais, ou pais sem filhos?

Mestres sem alunos, alunos sem mestres?
Amor sem paixão, paixão sem o calor do amor?
Aleluia! Não!

Viva apenas um dia de cada vez, ou mil anos em apenas um dia...
Seja o meste e o aluno de seu próprio cam…

Simplesmente...

Por muitas vezes e por tempo quase indeterminado...
Me flagro a pensar...
Como este mundo existem poucos abençoados!?

Algumas  pessoas  crescem com sua alma gêmea...
Não procuram a mulher de sua vida ou o homem de sua vida...
Ele ou ela esta ali ao lado...

Nascem com todo dinheiro que precisam e não precisam!
Com inteligência suficiente para ganhar o mundo!
Ou força para ser admirado...

Com uma determinação sobre humana!
Seriam simplesmente abençoados?
Olhe mais perto...

Quantas horas o inteligente estudou?
Quanto o dinheiro e suficiente?
Quantas horas de treino?

Quanto tempo foi preciso para saber que o verdadeiro amor esta ali?
Quinze, dezoito anos, ou mais?
Mesmo o amor estando ali do lado...

Então eu posso concluir...Você não e menos do que ninguém, assim como você n;ao e mais que alguém..
Não importa com quem esteja, como esteja, ou queira, venha querer, com quem esta ou estará!
Tenha apenas fé!

Acredite em você!
No seu coração!
Mas simplesmente e acima de tudo procure a sua fé.…

Erros...

Deixe-me com minha redenção...
Para de alguma forma eu corrija meus erros...
Esquece-los eu já desisti..

Quero o abraço de quem não me perdoou...
Ou em algum momento da vida me odiou..
Sim errei!

Nem sempre minha taça de vinho esteve cheia...
Ou o sorriso me acompanhou!
Deixe-me com minha redenção!

Deixe a chuva sobre minha cabeça!
Não sou invulnerável!
Deixe-me com minha redenção!

Corrigir onde errei...
Ou ser corrigido pelo que errei...
Deixe-me com minha redenção...

Então voltarei atras!
Pedirei ao céus!
Apenas! Perdão!

Um instante...

Me de um instante para dançar com você.
Pegue minhas mãos...
Sinta o ritmo, ouça nossa musica...

Olhe em meus olhos..
Veja o meu semblante..
Perceba o quanto me alegro, dançando com você...

Venha, sonhe comigo, viaje a meu lado pelos acordes...
Repetitivos, evolutivos, uma nota acima...
Nossos corpos encostados...

Aumentando as batidas do coração...
Lá,la´,lá,la´,la´, lalalalala...
Mais uma vez...

Dei-me apenas um instante..
Venha dançar...
No ritmo dessa simples canção...



Imprudência..

As vezes me considero imprudente, por te olhar...
De certa forma,   um código ...
Um sinal que apenas nos reconhecemos...

Imprudência que denúncia!
Me entregam , de tal forma!
Que esqueço que existe o amanhã!

Me fazem desejar a chuva!
Desejar você, na chuva, molhada, em meus braços..
Bebendo teus lábios, matando a sede dos meus sentimentos...

Grito!
Esse momento não pode acabar!
Não quero o amanhã!

Quero você! Sim você!
Um desejo impossível!?
Eu sei, sou imprudente, me denuncio num simples olhar...

Deixe-me te olhar!
Mostrar o que sinto, entregar ao você o melhor de mim...
Mate a sede de meus sentimentos, aceite apenas me amar... Beije meus lábios...




Seria proibido?

Seria proibido te amar a noite inteira?
Tocar seus lábios com os meus?
De maneira tão intensa, como a primeira vez?!

Seria pecado te amar assim?
Tão acima de tudo que já vivi?
São tantas dúvidas!

Tão inocente, ingênuamente, como o amanhecer, ou anoitecer?
Seria proibido?
Desejar mais do que mereço?

Mas quero simplesmente ser feliz!
Então pecarei, desejarei, terei sim mais do que mereço!
Farei o que é proibido, serei feliz!

Tocarei teus lábios a noite inteira!
Amarei você tão intensamente, como nossa primeira vez...
Me condenarei a ser feliz!

No final dessa breve noite...
Interrompido pelo milagre do sol...
Estarei finalmente com meu verdadeiro amor...

Eternamente...
No fim da noite..
Até o nascer do sol, com meu único e verdadeiro amor...Você.

SS