Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

Desejo impossível...

Como eu posso desejar o impossível?
Fazer o sol nascer apenas para você!
Ou a seu desejo que amanheça chovendo?

São tantas perguntas...
Questões cegas, sem resposta.
Não procurar respostas, é impossível!

Olho para ti, e vejo tanta beleza, que duvido merecer tanto..
Mas ainda sim, impossível seria não lhe desejar.
Saiba.

Ao raiar do sol ou o nascer da lua, darei minha face diante de você.
Vera um homem simples, desejando a impossibilidade de seu amor.
Ou a possibilidade de tal desejo.

Como posso desejar o impossível?
Desejar você.
Ou a seu desejo que amanheça chovendo?

Me permito olhar aos céus...
Me permito perguntar...
Me permito procurar, desejar, querer, o que simplesmente parece ser impossível...

Você...
Apenas você...
Simplesmente você...

Como posso desejar o impossível?
Fazer o sol nascer apenas para você!
Ou a seu desejo que amanheça chovendo?

?







O encontro...

Imagem
Será que em algum momento eu ti encontrei?
Já se fazem 42 anos.
E por mais que eu tenha à procurado, sinto que nunca a vi; Ou senti sua presença?

Te imaginei de todas as formas, mas nunca cheguei ao um consenso próprio de sua aparência.
Em alguns momentos desisti de imaginar.
De fato perdi a fé.

Nasce o dia, vem a noite.
Se faz dias, que se tornam semanas.
Semanas que se tornam meses, meses que se tornaram anos, e já se fazem 42 anos.

Me disseram que já a encontrei..
Se te encontrei como nada senti? Ou senti e não entendi?
Então sou movido por um sonho.

Sonho que me revelou que um dia você estava diante de mim.
E por mais que eu tenha resistido, e me encontrava ferido, de longa jornada.
Me entreguei a você.

Duvidei de você. relutei, lutei para não me entregar.
Já não tinha mais forças para caminhar, ou acreditar.
Mas quando me entreguei .

Resignado pela minha escolha de infelicidade, que pensei teria a teu lado, um remédio da solidão.
Me veio a sensação de conforto.
A jornada acabou…

Dia...

Imagem
Dia...
O sol que resplandece.
Que afasta do sono de Morfeu.

Olho para o horizonte o me honro com o milagre que testemunho.
Por toda parte, a engrenagem humana, se inicia.
Bom dia!

As ruas vazias, se enchem com corações pulsando.
Olhares trocados.
Desejos reprimidos.

O inicio.
O fim.
De tudo, todos, que procuram seu objetivo.

Tolos?
Inteligentes?
Soberbos?

Humanos...
Falhos..
Consertados, arrumados, recuperados.

O sol castigante.
Céu...
Inferno.

A corrida sem fim.
Objetivos mal traçados.
Fracassos.

Vitórias...
A multidão.
Luta, desenfreada.

Dia sem fim...
Dia que termina...
Para mais um dia sem fim.

Dia...
O sol que resplandece.
Que afasta do sono de Morfeu.

Noite

Noite, em seu grande manto poucos furos mostram a luz.
A luz que vem das estrelas...
Alvo de lindos poemas.

Mas o mistério desse manto, e o segredo dos amantes.
Onde o proibido, sai as ruas.
Ou arde em cima de uma cama.

Culpada de tragédias.
Mas apenas foi testemunha de tais fatos.
Viu o nascimento de muitos.

Selou o primeiro dia de vida.
Poderosa, incompreendida?
Onde covardes se tornam corajosos.

Ou feios se tornam belos.
Onde maridos abraçam tuas esposas.
Pais desejam boa noite ao filhos.

Lágrimas são perdidas.
Abraços encontrados.
Beijos desejados.

Noite, em seu grande manto poucos furos mostram a luz.
A luz que vem das estrelas...
Alvo de lindos poemas.



Responda minha pergunta!

Imagem
Será que você existe?
Quantas vezes eu ti imaginei...
Perfumada, linda, inigualável a meus olhos.

Qual será a tua altura?
Será menor que eu?
Da minha altura?

Algumas vezes eu sonhei com você.
Você estava linda como o céu!
Por alguns momentos minhas lágrimas caíram.

Não veja como fraqueza.
Apenas senti que meu amor chegou...
E sua presença me acalentou.

Minha alma meu coração.
Sentiram a tão desejada paz!
Ninguém foi feito para ficar só...

Fiz muitas besteiras na minha breve vida.
Fui indeciso, e levei muito tempo para achar o meu caminho.
O turbilhão que me coloquei, demorou muito tempo para passar.

Mas de todos os caminhos que passei!
Se eles levassem a você...
Mil vezes eu os faria de novo!

Será, seria, foi o fim da solidão?!
Não posso não quero desistir!
Então me resta a fé...

Olhar aos céus..
Orar, e ter finalmente minha resposta...
Será que você existe?!






O porquê?

Imagem
O porquê se render?
Mesmo quando seu corpo pede para parar, continue.
O sofrimento o fara se superar.

O coração bate absurdamente no peito.
A respiração ardente, a falta de ar.
O querer desistir.

O porquê se render?
Num domingo qualquer, você terá sua vitoria.
De uma forma ou de outra é a unica coisa que importa.

É a sua vitória,  não importa de onde você veio.
Se você é pobre ou rico, ninguém lhe poderá lhe tirar tal momento.
No final só dependeu de você.

Sim você treinou, sim teve treinadores, uma boa alimentação.
Ou professores.
Mas correr, pular, ou passar numa prova, só dependeu de sua vontade, do seu querer.

Então se nesta vida, seu maior pesadelo, sonho, o inimigo,ou amigo.
É você.
O que você ta esperando?

O porquê se render?
Perder contra você mesmo?
O porquê
se render?

Autor Sidney