Dadiva-Amor


No horizonte azul daquele mar caminhamos juntos,a água batia em nosso calcanhares..
Seu corpo exposto valorizado pelos últimos raios de sol..
Então me vem as lembranças, do quanto foi difícil tela em meus braços..

Não que eu reclame,valorizo a quem se valoriza,mas o caminho foi longo e tortuoso..
Quantas vezes me negou,quantas vezes ouvi seu não..
Mas minha fé,meu amor foi maior...

E quando finalmente ganhei seu coração,o Sr me exaltou..
Como amo ver você feliz...Como amo ver você bem...
Amo seu sorriso..

E seu sorriso,me inspira ,me faz poeta,me faz saudoso,ciumento,possessivo..
Não se ofenda por tais sentimentos,vêm de mim,de meu amor,por você..
Entre tantas meu amor,para mim só existe você..

De tudo,todas,momentos,sentimentos que passei,e até sofri,hoje sei..
Foi para chegar até você..
E se de alguma maneira,tivesse que passar tudo que passei,por você,faria tudo de novo..

E quantas vezes fosse preciso..
Chame de tolo,ou outras coisas..
Eu chamo de dadiva de Deus,de milagre,de amor..

Postagens mais visitadas deste blog

Sexo ou amor, tudo junto e misturado?!

A parede, o martelo a vida, não e sim...

Tiradentes-Hoje é dia dele- E ele ainda paga pensão...