Desafie...

Como eu posso me dar ao direito de desistir?
Quando a vi, ela foi meu encantamento.
Seu caminhar suave, seu segredo, seu olhar.
As citaras tocando, os tons das cordas tomando conta do salão.
Sua beleza foi sua anunciação, quanta rara beleza!
Meu coração se aqueceu, meus olhos não me obedeciam, e a seguiam, apesar de tantos, senti que finalmente o destino, tinha se realizado. Naquele salão...
Então me lembrei de tantas armadilhas, que o coração me fez ...
Prisioneiro de meus próprios sentimentos....
Me aproximei, aos poucos, senti seu perfume, tão suave, tão suave, suave...
 A musica nos levou aquela linda dança de uma era medieval, a toquei, peguei em suas mão...
O tempo parou...
Com ela estava dançando, já não precisava, procurar?!
Cheguei ao ultimo degrau?
Deixe-me fazer poesias para ti.
Me de a honra, de beija-la, todos os dias de manha...
Não temas darei minha vida por você, meu amor.
A desenhei em meus sonhos.

Então como eu posso desistir de você?

Postagens mais visitadas deste blog

Sexo ou amor, tudo junto e misturado?!

A parede, o martelo a vida, não e sim...

Tiradentes-Hoje é dia dele- E ele ainda paga pensão...