O encontro...

Será que em algum momento eu ti encontrei?
Já se fazem 42 anos.
E por mais que eu tenha à procurado, sinto que nunca a vi; Ou senti sua presença?

Te imaginei de todas as formas, mas nunca cheguei ao um consenso próprio de sua aparência.
Em alguns momentos desisti de imaginar.
De fato perdi a fé.

Nasce o dia, vem a noite.
Se faz dias, que se tornam semanas.
Semanas que se tornam meses, meses que se tornaram anos, e já se fazem 42 anos.

Me disseram que já a encontrei..
Se te encontrei como nada senti? Ou senti e não entendi?
Então sou movido por um sonho.

Sonho que me revelou que um dia você estava diante de mim.
E por mais que eu tenha resistido, e me encontrava ferido, de longa jornada.
Me entreguei a você.

Duvidei de você. relutei, lutei para não me entregar.
Já não tinha mais forças para caminhar, ou acreditar.
Mas quando me entreguei .

Resignado pela minha escolha de infelicidade, que pensei teria a teu lado, um remédio da solidão.
Me veio a sensação de conforto.
A jornada acabou, quando tudo estava acabado, cheguei ao fim de minhas forças, e fé...

Você me fez feliz!
Já se fazem 42 anos...
Será que em algum momento eu a encontrarei?



Postagens mais visitadas deste blog

Sexo ou amor, tudo junto e misturado?!

Imprudência..

A parede, o martelo a vida, não e sim...